COMPRE ONLINE OU POR WHATSAPP (11) 9888-44945

Ásia: conheça 12 destinos de viagem incríveis no continente

por Leticia Sales Janeiro 18, 2019

Ásia: conheça 12 destinos de viagem incríveis no continente

Buscando destinos de viagem que fogem ao tradicional para as próximas férias? A Ásia tem países com culturas riquíssimas, muita história para contar e paisagens de tirar o fôlego. Mais que isso, as terras asiáticas são capazes de proporcionar experiências realmente transformadoras na vida do visitante.

Você certamente já se encantou pelos tecidos indianos, já teve água na boca pelas comidas exóticas da Tailândia ou sentiu curiosidade em conhecer melhor o estilo de vida dos monges tibetanos, não é? A Ásia é mesmo um continente que, além de grande em extensão, é enorme em seu legado e cultura.

Estamos falando do berço da humanidade, o território onde as primeiras civilizações começaram a se formar e, principalmente, um local com perspectivas e tradições muito diferentes das nossas, ocidentais. Por isso, conhecê-las é ter contato com vivências novas e que proporcionam crescimento pessoal.

Continue a leitura e conheça 12 destinos de viagem incríveis no continente asiático, todos incomuns e cheios de particularidades que merecem ser conferidas de perto!

Conheça melhor o continente asiático 

Os países da Ásia correspondem a um terço da superfície terrestre. O continente é o maior em extensão de terras e também o mais populoso. Com quase 4,5 bilhões de habitantes, é ali que estão 60% das pessoas do mundo.

Além disso, deu origem a algumas das primeiras grandes civilizações do mundo: os povos da Mesopotâmia, Índia e China Antiga. Entre as principais contribuições para a cultura ocidental que conhecemos hoje, estão a escrita, o papel, a pólvora e as raízes das principais religiões.

Local de nascimento de Jesus Cristo, Maomé, Confúcio e Buda, a Ásia continua bastante ligada às tradições e ritos antigos. Os povos preservam tanto suas culturas que praticamente todos os países ainda falam seus idiomas originais e mantêm intactos os costumes em seus territórios.

O turismo na Ásia é forte e atrai aqueles que buscam experiências mais exóticas. Apesar disso, a economia do continente é muito diversificada em cada região:

  • no Oriente Médio, a principal fonte de riqueza é a extração de petróleo;

  • no Sul da Ásia, a economia ainda depende da agricultura familiar e da extração de materiais primários, como algodão e trigo;

  • no Norte, a Rússia Oriental também tem como foco econômico a exportação de petróleo e gás natural;

  • no Extremo Oriente, a China e o Japão se destacam pelo desenvolvimento industrial e a alta tecnologia;

  • na Ásia Central, o setor primário ainda é protagonista, principalmente a produção pecuária e de algodão;

  • já o Sudeste Asiático é bastante diversificado, com alguns países voltados ao setor primário, enquanto outros, como Singapura, possuem uma atividade industrial e tecnológica significativa.

Já em relação ao clima, o continente é cheio de extremos. Dependendo da região que você visitar, pode se deparar com montanhas nevadas e ar frio, ou encontrar locais que apresentam clima desértico. Os países mais próximos do Equador, como a Indonésia, são quentes e chuvosos. E não para por aí: a Ásia conta ainda com os climas mediterrâneo e temperado em algumas regiões.

Descubra os melhores destinos de viagem para a Ásia

E aí, bateu aquela vontade de fazer as malas e viajar? Tudo bem, a gente entende. Por isso mesmo, separamos 12 dos destinos de viagem mais interessantes que existem no continente asiático. Confira!

1. Índia 

A Índia é um país que merece destaque. É uma das civilizações mais antigas do planeta, repleta de cores, templos de ouro, ruas lotadas e forte espiritualidade. Nas cidades centrais, os caminhões com pinturas psicodélicas, os riquixás e as mulheres com seus belos lenços e sáris chamam atenção.

Ao fazer uma viagem para a Índia, marque no roteiro para visitar Delhi e se sentir contagiado com a energia alegre do local. Se você quer ter contato com as tradições antigas, uma visita a cidade de Hyderabad é obrigatória. Você verá mesquitas milenares, vacas sagradas pelas ruas e o famoso monumento de Charminar.

Para vivenciar o estilo de vida indiano, vale a pena conhecer Mumbai, extremamente populosa, repleta de centros comerciais, museus, artistas de rua e um jardim suspenso no morro Malabar. Fazendo contraste com esse cenário está a tranquila Munnar, uma cidade montanhosa, verde e cheia de santuários.

Agora, para mergulhar na cultura e na religião indianas, a parada obrigatória é Calcutá. Mas cuidado: a visita pode causar um impacto muito grande! A cidade é o coração da Índia, mas também um local onde a riqueza e a extrema pobreza andam lado a lado. Por conta disso, as contradições tocam fundo.

2. Indonésia

A beleza do Sudeste Asiático é de tirar o fôlego. Os países e as milhares de ilhas da região estão entre os mais incríveis do planeta. Na Indonésia, não é diferente: os cenários naturais são estonteantes, mas também há cidades modernas e agitadas.

Para começar, dê uma passadinha para conhecer Bali, chamada de Ilha dos Deuses. O destino é o mais almejado da região por causa das praias paradisíacas e do misticismo local. Lá, existem milhares de templos hindus e budistas, então a ilha tem uma espiritualidade forte.

A viagem para a Indonésia também merece uma passagem pela ilha de Sumatra e suas florestas tropicais ombrófilas, que são Patrimônio da Humanidade. Ao lado, Java enche os olhos por seus contrastes: a ilha é a mais povoada e moderna, principalmente na capital Jacarta, mas também é cheia de templos e costumes milenares.

O Templo de Borobudur é um dos cartões-postais e um dos santuários religiosos mais procurados no Sudeste da Ásia. Na cidade de Yogyakarta, o turista também pode conhecer o Conjunto de Prambanan, com mais de 200 templos hindus. Para completar a experiência, a Indonésia é repleta de vulcões — alguns abertos para visitação.

3. Mongólia

A Mongólia é a terra de guerreiros milenares, como o lendário Gengis Khan, que teria conseguido atravessar a Grande Muralha e conquistado a China. Para homenagear o imperador, o país construiu uma das maiores estátuas do mundo, que fica localizada às margens do rio Tuul e tem 40m de altura.

O cenário é convidativo para uma imersão histórica: as estepes, os cânions de gelo e as montanhas a perder de vista transportam o turista para outro tempo. Aliás, o país ainda tem povos nômades e pequenas aldeias de pastores.

Entre os pontos turísticos mais conhecidos, vale a pena visitar o Palácio de Inverno de Bogd Khan, morada do oitavo Buda e repleto de tapeçarias de seda, animais empalhados e tendas cobertas de pele do leopardo das neves. Em Bayanzag, o cartão-postal são as falésias vermelhas, chamadas de Penhascos Flamejantes.

Um dos Patrimônios da Humanidade, o Vale do Rio Orkhon pode fechar a viagem com uma experiência engrandecedora. No coração do país, as famílias ainda vivem em gers — a cabana tradicional mongol —, dormem sobre mantas de lã e migram de tempos em tempos.

4. Tailândia

Uma viagem para a Tailândia é inesquecível: são cheiros, sabores, cores e costumes tão diferentes que transportam o turista para um mundo completamente novo. O local é cheio de belezas naturais, espiritualidade acentuada e muito misticismo.

Para conhecer todas as nuances desse país exótico, passe pela capital Bangkok e surpreenda-se com tuk-tuks, táxis coloridos e templos exuberantes. Para viajar no tempo, vá até Ayutthaya, uma cidade que parece um reino perdido, com templos milenares cobertos de raízes de árvores e estátuas imponentes.

Mais ao norte, Chiang Rai é um daqueles destinos de viagem que marcam a memória. Envolta por montanhas e com várias vilas locais, a cidade é famosa por seus parques de proteção aos elefantes e pelo Templo Branco de Chiang Rai, com mosaicos antigos misturados a esculturas contemporâneas.

Depois de viajar no tempo, ter um contato profundo com a religião budista e se emocionar nos santuários de elefantes, a dica é conhecer as praias desertas do litoral sul, com águas transparentes em tons de verde. Um roteiro gastronômico também é bem-vindo, já que a culinária tailandesa é muito característica e marcante.

5. Filipinas 

Se você está procurando os melhores destinos de viagem pela Ásia, experimente fazer uma viagem para as Filipinas. O local desperta o lado mais aventureiro do visitante, pois é um recanto de vulcões, lagoas secretas, praias escondidas e navios naufragados.

Para um roteiro completo, você deve conhecer um pouco de cada região do arquipélago. Uma das ilhas mais incríveis é Palawan, com praias paradisíacas e penhascos. Um pouco mais ao norte está a Ilha de Coron. O trecho que liga as duas é realizado em barcos de madeira e dura cerca de 6 horas.

Já ao sul, o principal atrativo turístico é a praia de Boracay, uma das mais famosas das Filipinas. No local, é praticamente impossível não descarregar todas as energias negativas, afinal, o povo é caloroso e o turista é recebido com músicas típicas e drinques florais.

Os mais destemidos podem finalizar a experiência mergulhando com tubarões-baleia em Oslob, na Ilha de Cebu. Apesar de despertar a adrenalina do visitante, os gigantes aquáticos são dóceis e inofensivos. É importante destacar que a atividade é regulamentada e acompanhada por biólogos para que não haja impactos no habitat dos tubarões.

6. Vietnã

Já pensou em fazer uma viagem ao Vietnã? O país está atraindo cada vez mais os turistas pouco convencionais e se tornou um destino muito procurado na Ásia. Os grandes destaques do país são o litoral belíssimo e a carga histórica muito significativa.

O lugar tem um passado muito marcante. Primeiro de tudo, visite Hanói, a capital que foi palco da Guerra do Vietnã e presenciou a divisão do país em um norte comunista e um sul capitalista. Na cidade, a arquitetura colonial e o templo Trấn Quốc chamam muito a atenção.

Outra parada é Hoi An, conhecida como a cidade das lanternas. O centro histórico é protegido como Patrimônio da Humanidade. Ao passear pelas ruas da cidade, o turista imerge em um clima cosmopolita e romântico.

Também inclua no roteiro uma visita a Huế, a cidade imperial. As estruturas feudais da antiga capital da dinastia Nguyễn — última do império vietnamita — transportam o turista para alguns séculos atrás. É aí que fica a Cidade Púrpura Perdida, antiga residência dos imperadores.

7. Nepal

Provavelmente, você se lembra do Nepal pelo seu principal atrativo turístico: o majestoso Monte Everest, com o pico mais alto do planeta. O local recebe trekkers e montanhistas do mundo todo, que tentam desafiar a força dos Himalaias.

Apesar de ter o turismo movimentado por essa importante atração, o Nepal ainda é um país pobre e com infraestrutura precária. No entanto, a visita garante um contato muito profundo com a cultura asiática.

Uma sugestão é fazer um roteiro budista pelos templos, já que o país é a pátria do próprio Buda, que nasceu na cidade de Lumbini. Por isso, a religião é bastante forte no território, perdendo apenas para o povo hindu, que é maioria.

No sul do país, os destaques são os safáris — que podem até ser no lombo de um elefante —, ideais apara visualizar crocodilos, rinocerontes, tigres e antílopes no Parque Nacional de Chitwan.

8. Laos

Se você busca um destino mais rústico e pouco procurado no Sudeste Asiático, uma viagem ao Laos é a melhor alternativa. O local acaba sendo ofuscado pelo turismo forte na vizinha Tailândia, por isso é um pouco mais barato que outros países do continente.

O Laos encanta seus visitantes com templos belíssimos, uma beleza natural espetacular e monumentos históricos marcantes. O que mais chama a atenção no território é a preservação da cultura milenar e dos costumes antigos.

Pelo descompasso em relação à industrialização no restante do globo, o país é um dos mais pobres do mundo e majoritariamente agrícola. Uma das cidades mais visitadas é Luang Prabang, onde o turista passeia por lojinhas de artesanato local e se depara com monges pedindo comida nas ruas.

Para os mais aventureiros, duas paradas obrigatórias são Vang Vieng, onde os visitantes descem o rio em boias e ainda podem fazer escaladas e várias trilhas, e Thakhek, famosa pelo Thakhek Motorbike Loop. No roteiro, o turista passa por cavernas, montanhas, vilarejos rurais e piscinas naturais em scooters ou motos.

9. Malásia

Famosa pelas Petronas Twin Towers, os dois edifícios que já receberam o título de arranha-céus mais altos do mundo, a Malásia também é um dos destinos de viagem incríveis na Ásia. O país é um local de concentração islâmica, influência que se nota na arquitetura e nos costumes.

A capital Kuala Lumpur, além de abrigar as torres gêmeas, chama atenção pela modernidade e a diversidade étnica em sua população. Ao passar pela cidade, não deixe de visitar as Batu Caves, as grandes cavernas que dão acesso aos muitos templos hindus das montanhas.

A Ilha de Bornéu, coberta por uma vegetação espessa e dona de uma fauna riquíssima, também merece uma visita. O turista tem contato com orangotangos e elefantes e, se fizer um passeio pelo rio Kinabatangan de Sandakan, pode avistar crocodilos enormes.

Outra atração bastante procurada é o mergulho em Sipadan, um paraíso subaquático muito disputado por mergulhadores do mundo todo. No local, é possível ver de perto as milhares de espécies de peixes, corais, tartarugas e até um vulcão submerso.

10. Camboja

Os grandes destaques desse pequeno país vizinho da Tailândia são a herança da cultura milenar e as belas praias. O país ainda está se reconstruindo de uma intensa guerra civil que dizimou quase um terço de sua população. Os vestígios do caos contrastam com os templos budistas e as paisagens calmas.

Nas cidades, o turista passa por centenas de monges, tuk-tuks e até elefantes passeando pelas ruas. Na capital Phnom Penh, as principais atrações são o Palácio Real do antigo Rei Norodom e o Pagoda de Prata, que detém os tesouros nacionais, o Buda de Esmeralda e 5 mil placas de metais preciosos no chão.

Siem Reap é a cidade que mais recebe visitantes no país. Ela dá acesso ao complexo arqueológico de Angkor, um dos maiores legados do Império Khmer. Os templos e monumentos são tão majestosos que são protegidos pela Unesco como Patrimônio da Humanidade.

O principal é o Angkor Wat, tão importante para a cultura do país que está estampado na bandeira do Camboja. Normalmente, o passeio pelo complexo é feito de tuk-tuk e também passa pelos rostos esculpidos de Bayon e pelas ruínas cobertas de raízes e troncos em Prasat Ta Prohm.

11. Turquia

A Turquia é um dos destinos preferidos para viagens exóticas. Conhecida por ser uma terra de ciganos dos Balcãs e pela capital do Império Otomano, Istambul (já chamada de Constantinopla e Bizâncio). Devido às influências árabes, à figura quase folclórica do califa e à posição entre a Ásia e Europa, o país tem uma cultura excêntrica.

A Turquia também possui belas praias no litoral, à beira do Mediterrâneo, uma culinária saborosa e ruínas no Império Romano em Éfeso. Um roteiro pelo local precisa incluir a cidade de Ölüdeniz, com sua vista estonteante para o Mar Egeu e Pamukkale, um morro de calcário branco próximo a Denizli.

A capital também tem valiosos atrativos: mesquitas, construções históricas, feiras populares e uma cultura que reflete a mistura perfeita do Oriente e do Ocidente, tanto pela localização quanto pelas raízes históricas.

O destaque, no entanto, fica para Capadócia, cidade que já foi cenário de novela no Brasil e encanta até os turistas mais exigentes. A beleza dos rochedos brancos é impressionante, e o misticismo no ar deixa o lugar com uma áurea quase mágica. Impossível passar por ali sem fazer o famoso passeio de balão.

12. China

Junto às civilizações mesopotâmica, egípcia e indiana, a China teve um dos impérios mais poderosos da Antiguidade. Hoje em dia, o país passa por uma modernização acelerada, mas as fronteiras e a cultura do território permaneceram fechadas até pouco mais de um século atrás, quando houve a queda da Dinastia Qing, a última do Império.

Por essas características, o país ainda preserva mistérios, tradições e superstições que incendeiam o imaginário. Para começar a viagem, nada melhor do que visitar a Grande Muralha — a maior obra arquitetônica do mundo! E como você vai andar bastante, que tal contar com uma bela sapatilha bordadaou um tênis confortável?

Depois, conheça a Cidade Proibida de Pequim e o Templo do Céu, um cartão-postal do país. No complexo, também estão o mausoléu de Mao Tsé-Tung, fundador da República Popular da China, os Jardins Imperiais e os Parques de Jingshan — a visita é uma verdadeira viagem no tempo.

Também vale conhecer os míticos Jardins de Yuyuan, em Xangai. Na província de Sichuan, os protagonistas do Estado Celestial são os pandas e os macacos dourados. Ah, uma dica é marcar a viagem na época do Ano Novo Chinês (no início de fevereiro), quando o país sedia uma das festas culturais mais impressionantes do mundo.

Saiba como se preparar para a sua viagem

Todos esses destinos de viagem da Ásia são exóticos e, devido às grandes diferenças em relação ao que estamos acostumados, podem gerar um pouco de receio, principalmente se for a sua primeira vez no continente. Por isso, veja algumas dicas para se preparar e viajar com mais tranquilidade.

Documentação

A maioria dos países da Ásia exige visto. Por isso, vale a pena se informar antes de comprar as passagens e guardar os documentos com segurança para não ter problemas. As exceções ficam para Mongólia, Tailândia, Malásia e Filipinas, onde o turista pode permanecer por até 90 dias com o passaporte.

Idioma

A maioria dos países da Ásia preserva seu idioma original. Por isso, a língua mais comum na Índia é o indiano; na China, é o chinês; na Tailândia, o tailandês, e assim por diante. Então, a menos que você seja um excelente poliglota, a dica é aprender inglês e se comunicar no idioma universal.

Vacinas

Antes de fechar as malas, confira quais desses destinos de viagem exigem vacinação contra Febre Amarela. A China, por exemplo, é um deles. Nesse caso, o turista precisa entrar no país com um certificado internacional de vacinação.

Outros cuidados

Se precisar carregar remédios controlados no nécessaire, lembre-se de levar as receitas médicas junto, pois muitos medicamentos são proibidos na Ásia. E não se esqueça de contratar um bom seguro de viagem, pois o clima, as altitudes e as comidas tão diferentes das brasileiras podem levar a um mal-estar.

Nas cidades mais populosas e movimentadas, também é bom ter o cuidado de andar com bolsa transversal para ter maior segurança durante os passeios. Por fim, sempre que visitar templos ou territórios sagrados, cubra os joelhos e os ombros em sinal de respeito aos costumes locais.

Depois da leitura, a dúvida é como escolher entre esses destinos de viagem incríveis, não é? Se você quer uma dica, tente visitar apenas um país de cada vez, com tempo para imergir na cultura e voltar com toda a experiência e os aprendizados na bagagem. Afinal, a Ásia merece ser conhecida e vivenciada de verdade.

Gostou do conteúdo? Que ótimo! Então, siga nossas redes sociais para ficar por dentro dos próximos posts. Estamos no Facebook, Instagram, Twitter, Pinterest e LinkedIn. Esperamos você por lá!




Leticia Sales
Leticia Sales

Autor



Deixe um comentário

Os comentários serão aprovados antes de serem exibidos.